Conselho de Administração do Fundersul aprova contas; Acrissul tem duas sugestões atendidas

Na última terça-feira (21), a Seinfra (Secretária Estadual de Infra Estrutura) sediou mais uma reunião do Conselho de Administração do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento Rodoviário de Mato Grosso do Sul). O conselho é presidente pelo vice-governador Murilo Zauith e é composto por várias entidades representativas de setores da economia estadual. Na pauta do dia a análise e deliberação das contas do fundo, relativas ao segundo trimestre de 2020; a alteração do Plano de Aplicação de Recursos 2020; entre outros assuntos de interesse administrativo do Conselho.

 

Após apresentação e discussão foi aprovada a Prestação de Contas referente ao segundo trimestre de 2020 e determinado seu encaminhamento para a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul  também para análise e aprovação, conforme determina a lei que criou o Fundersul.

 

Na sequência foi apresentada a proposta da primeira alteração no Plano de Aplicação de Recursos do Fundersul para 2020, que após discussão foi aprovada pelos conselheiros, com a projeção de recursos no valor de R$ 893 milhões, alteração esta justificada pelo repasse financeiro da concessão da MS-306. A alteração segue também para análise a apreciação da Assembleia Legislativa.

 

Propostas da Acrissul aprovadas

 

A última parte da reunião foi reservado para a apresentação de propostas e sugestões pelos conselheiros. Em seguida o representante da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Jonatan Pereira Barbosa, apresentou duas reivindicações dos pecuaristas do Estado, que foram prontamente aprovadas pelo Conselho.

 

A primeira delas, a pedido do pecuarista e associado da Acrissul, Roberto Coelho, para que seja recuperada da estrada vicinal na MS 243, em Corumbá, denominada “Ovídio Miranda de Brito”.  A segunda reivindicação do presidente da Acrissul, foi para que seja encaminhado um expediente ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), visando a recuperação urgente e manutenção da BR-267, no trecho compreendido entre Jardim e Porto Murtinho. Segundo o ruralista, o intenso movimento de caminhões do tipo bi-trem tem castigado a rodovia que, sem manutenção adequada, encontra-se em estado bem precário.

 

A Acrissul tem feito um trabalho proativo junto ao Conselho de Administração do Fundersul, sempre vigilante e ouvindo os problemas encaminhados pelos produtores rurais.

 

O Fundersul é presidido pelo vice-governador Murilo Zauith e tem como conselheiros o secretário adjunto da Segov, Flávio César Mendes de Oliveira; pelo secretário Jaime Verruck (Semagro-MS); o diretor presidente da Agesul, Luis Roberto Martins de Araújo; o diretor executivo da Agesul, Emerson Antônio Marques Pereira; com representação da Famasul (Federação da Agricultura de MS), Lucas Galvan; da Assomasul (Associação dos Municípios de MS), por Diego Abud; e a Acrissul (Associação dos Criadores de MS), é representada pelo presidente Jonatan Pereira Barbosa.

 

Destaques