Pecuária terá destaque no estande da Embrapa

Assuntos ligados à pecuária de corte e leiteira cresceram na programação do Showtec, em Maracaju (MS) nos últimos anos, e dentro do estande da Embrapa não foi diferente. Sanidade animal, capins para bovinocultura e pecuária de precisão são temas que os visitantes encontrarão no espaço da Empresa, este ano, entre os dias 22 e 24 de fevereiro.

 

Com prejuízo anual estimado em R$ 10 bilhões de reais, os carrapatos exigem controle e manejo adequado. “A estimativa é de 2013 feita por vários pesquisadores em reunião na Embrapa e ela reflete a importância do tema”, afirma o pesquisador Renato Andreotti. Ele comenta que há “informações técnicas para o produtor rural aumentar a rentabilidade do sistema de produção de bovinos de corte no Brasil Central, por meio do controle de carrapatos em bovinos”. O médico-veterinário dedica-se ao assunto há décadas e sua palestra acontecerá no dia 24, a partir da 10 horas, no estande da estatal.

 

Já no espaço “Agricultura Movida a Ciência”, a pesquisadora Vanessa Felipe falará sobre o calendário sanitário, no dia 22, às 15 horas. Resultado de pesquisas em sanidade animal, o calendário foi idealizado para que as recomendações propostas pelos especialistas não fossem distantes das já realizadas nas propriedades, o que facilita a adoção. O ponto inicial do planejamento é a estação de monta.

 

Felipe explica que “a partir da estação de monta é definida a data do exame andrológico dos touros e planejadas as outras atividades como agendamento do diagnóstico final de gestação e descarte de matrizes, preparação de piquete maternidade, vacinação contra diarreia neonatal das matrizes e os cuidados com os bezerros recém-nascidos. Na sequência, para facilitar o manejo, as atividades foram distribuídas conforme a categoria dos animais”.

 

Em sua palestra, a médica-veterinária apresentará também quais as principais doenças que podem ser prevenidas com vacinação; quais são de uso obrigatório; os programas nacionais de controle de doenças dos bovinos; e as vantagens e desvantagens da utilização de vacinas na fase reprodutiva, a partir de um exercício de análise econômica.

 

Da sanidade para a genética, o melhorista da empresa Geneplus, Maury Dorta Jr., mostrará o Programa de Melhoramento Genético em Gado de Corte Embrapa – Geneplus, aos visitantes da Clínica Tecnológica, durante os três dias de feira. O Programa é um serviço especializado de melhoramento genético colocado à disposição do criador. Nele os técnicos preparam uma base de dados para os animais da fazenda e a submete a avaliação genética.

 

 

Capins

 

Dentro ainda do espaço “Agricultura Movida a Ciência”, o pesquisador Alexandre Agiova da Costa levará os capins-elefantes para bovinocultura de corte e leite, BRS Kurumi e BRS Capiaçu. “O foco principal é mostrar o uso em pastejo do capim-elefante-anão kurumi e o capim-elefante capiaçu como capineira, destinado ao uso como forragem picada no cocho e produção de silagem”, detalha.

 

Agiova destaca que os materiais se complementam: um para forragem conservada para o período seco e outro, pastejo. Entre os benefícios, ele aponta facilidade de ensilar e alta produtividade para a BRS Capiaçu e altíssimo valor nutricional para a BRS Kurumi.

 

Pecuária 4.0 

 

 As inovações que moldam o futuro do campo estarão no Encontro Jovens da Agropecuária do Sistema CNA, no dia 22, quarta-feira. Entre os palestrantes, o analista em Tecnologia da Informação da Embrapa, Camilo Carromeu. Formado em Ciência da Computação, Carromeu abordará os caminhos da Pecuária 4.0, uma das vertentes da Agropecuária 4.0, em que um dos pilares “é a agricultura digital, onde novos negócios são possibilitados e outros reinventados em função de tecnologias digitais disruptivas (ou habilitadoras). A Embrapa está atenta a transformação digital na pecuária e, mais do que isso, propõe um arcabouço tecnológico e de negócio para fomentar a revolução”.

 

Na organização, tal arcabouço tem o nome de ecossistema digital da pecuária ou Smart Livestock, formado por processos, infraestrutura e ferramentas comuns, que serão compartilhados por ativos digitais. “Alguns exemplos são o chamado “Agro ID”, que é uma conta única para todo o sistema, algo como o Apple ID ou o Goocle Account. O Agro ID está em desenvolvimento”; comenta o analista.

 

Sobre o Showtec

 O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), contando com patrocínio do Senar/MS, Sistema Fiems e Sicredi. O Showtec conta com o apoio da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (Febrapdp), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Embrapa, Fundems, Prefeitura Municipal de Maracaju, Governo do Estado de MS, Fundação Agrisus e Sanesul.

 

 

Fonte: Embrapa Gado de Corte